Encontro reúne lideranças políticas e membros do ministério da cidadania e tem como pauta a implantação do Condomínio Agropecuário Verde e Amarelo

O município de Ourolândia, localizado na região Centro-Norte da Bahia, sediou nesta sexta-feira, dia 30 de julho, um encontro de lideranças políticas locais e regionais que teve o objetivo de discutir os próximos passos para a implantação do Condomínio Agropecuário Verde e Amarelo e do Projeto Sertanejo Vencedor, ambos de autoria do ex-prefeito, Antônio Araújo, atual coordenador do Instituto Brasileiro de Fomento da Ovinocaprinocultura Comercial (IBRAFOCCO).
 
O encontro contou com a participação ainda do assessor do Ministério da Cidadania, Eduardo Umbelino e do diretor da Confederação Nacional de Agricultores Familiares e Empreendedores Familiares Rurais (CONAFER), Humberto Thomé, que reafirmaram o compromisso do Governo Federal com os projetos e o desenvolvimento econômico e social dos municípios baianos.
 
“Esse foi um mês de grandes conquistas para a nossa gente. A visita do ministro da Cidadania, João Roma, à Ourolândia, abriu as portas para um leque de possibilidades. Hoje, tivemos a certeza de que em mais alguns dias estaremos implantando em nosso município esses dois projetos que vão garantir o desenvolvimento socioeconômico da nossa terra e de toda a região, através da agricultura e pecuária, que são as bases da nossa economia”, declarou o ex-prefeito, Antônio Araújo.
 
Os projetos vêm sendo construídos há cerca de dois anos e de acordo com os idealizadores é questão de tempo para que os mesmos sejam implantados definitivamente no município. “Estamos firmando parcerias para que em mais alguns dias possamos implementar estes projetos e garantir o desenvolvimento que a gente tanto almeja para a nossa Ourolândia e toda a região”, disse o atual prefeito ourolandense, José Raimundo.
 
De acordo com informações colhidas por nossa reportagem o dinheiro utilizado para o financiamento destes projetos virá do Fundo de Crédito Fundiário que é administrado pelo Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo