‘Quanta maldade há no coração’, desabafa tutor de cão envenenado em Jacobina

A crueldade sem limites de alguns seres humanos não poupa nem os inocentes animais. Mesmo com ampla divulgação na imprensa explicando que maus-tratos é crime e campanhas sobre os cuidados com os animais, os casos continuam sendo comuns.
Com a legenda “obrigado por existir em nossas vidas, Maylinho”, o empresário e consultor de seguros Henrique Cunha se despediu pelas redes sociais do seu amiguinho, adotado há quatro meses, e expos sua indignação com o ato cruel ocorrido. Maylon, o cachorro da família, tinha sete meses de vida e foi envenenado na última quarta-feira por um desconhecido na Rua Robério Dias, no bairro do Leader, em Jacobina.
Mesmo com todos os esforços do veterinário, o animal acabou não resistindo. Henrique suspeita de quem tenha envenenado o cão, mas como não há nenhuma evidência, disse que “jamais iremos acusar sem provas. Ele (autor do crime) vai pagar pelo que fez! Está nas mãos de Deus”.
Confira o relato:“Não sei quanta maldade há no coração do ser humano, a cada dia vamos nos surpreendendo com tamanha crueldade. Quem me conhece sabe, eu e minha esposa, @adrianaferreiras , adotamos um cachorro doado por um cliente dela.E no dia de ontem um monstro acabou envenenando nosso pequeno. Levamos ao veterinário que não poupou esforços pra salvar ele. Mas, infelizmente nessa madrugada ele veio a falecer. Onde vamos parar? Pra que fazer isso ? Qual motivo? Esses são os questionamentos que faço! Se você não gosta de cão, gato ou qualquer outro animal, eu te respeito! Mas nada lhe dá o direito de fazer o mal.Não posso e nem vou acusar ninguém sem provas, mas Deus viu tudo e vai tomar providências! Tenham bastante cuidado com o seu Pet, não sabemos do coração dos outros #naomaltrateanimais”
Fonte: Jacobina Notícias

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo